A Arafo (Associação das Revendas de Agroquímicos da Fronteira Oeste) e o inpEV fecham acordo para a transferência de gestão da unidade de recebimento de Alegrete (RS)

Mudança visa a manutenção dos bons resultados e aperfeiçoamento constante dos processos

Desde setembro de 2019, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) passou a ser responsável pela gestão da central de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas de Alegrete / RS, até então administrada pela Arafo.

A transição acontece sem interromper o recebimento e os agricultores podem realizar as devoluções normalmente, recorrendo inclusive ao adEV (Agendamento de Devolução de Embalagens Vazias), que permite marcar pela internet data e horário para atendimento. A intenção é que a central siga sua trajetória de evolução, mantendo os bons resultados que vem alcançando, sempre com foco no aperfeiçoamento de processos.

Atividades como a realização do Dia Nacional do Campo Limpo e os Recebimentos Itinerantes são executadas em parceria pela Arafo e pelo inpEV. Com esse acordo, a Arafo e o inpEV fortalecem o Sistema Campo Limpo.

A unidade de recebimento fica localizada na Rodovia BR 290, Km 590, Bairro Capivari, Complemento Coxilha Vermelha, CEP 97.541-970, sob a responsabilidade de Luiz Augusto de Oliveira Figueira. O telefone de contato é o (55) 9.9646-2776 e o atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h.

Sobre o inpEV
Há 17 anos, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

Sobre a Arafo
A Arafo (Associação das Revendas de Agroquímicos da Fronteira Oeste) foi fundada em 2004. Localizada às margens da BR 290 Km 589, em um terreno cedido em comodato pela Fundação Maronna, tem o objetivo de dar destino correto às embalagens vazias de agrotóxicos.

A Fundação Maronna é uma entidade pública de direito privado de fins não econômicos, instituída em 26 de agosto de 1983, pelos testamentos de Polito e Francisco Maronna. Com finalidades culturais, tem por objetivo principal organizar na "Estância do Vinte e Oito", em Alegrete, um Instituto Agro-Pastoril, nos moldes do "Massey College" da Nova Zelândia, e manter biblioteca especializada.

Sobre o Sistema Campo Limpo
O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube e Instagram.

Informações para a imprensa:
Ogilvy PR – Adriane Froldi
T.: 11 3024-9325 | M.: 11 99105 7831
E-mail: adriane.froldi@ogilvy.com


Fonte: