Voltar ao Site Principal

Logo Informativo
Numero Informativo

NOVEMBRO DEZEMBRO 2021

Fachada do posto de Palmeiras das Missões (RS), que prevê receber 450 toneladas de embalagens em 2022

Fachada do posto de Palmeiras das Missões (RS), que prevê receber 450 toneladas de embalagens em 2022

INOVAÇÃO

A implantação do SIP (Serviço de Informações dos Postos), há dois anos, dinamizou o trabalho, permitindo aumentar nossa capacidade de atendimento

Édio Perusso

Tecnologia agiliza processo em maior posto de recebimento do RS

Posto de Palmeira das Missões, gerenciado pela Induspal, destina cerca de 350 toneladas/ano

 

Entre as mais de 400 unidades de recebimento do Sistema Campo Limpo em todo o Brasil, há 312 postos, que são fundamentais para aumentar a capilaridade do programa e facilitar a devolução das embalagens vazias pelos agricultores. No Rio Grande do Sul, o posto de Palmeira das Missões conseguiu somar ações permanentes de conscientização dos produtores rurais com o uso de ferramentas de tecnologia fornecidas pelo inpEV, para alcançar a posição de maior posto do estado em destinação. Gerenciado pela Induspal Insumos Agrícolas Ltda, o posto destina cerca de 350 toneladas de embalagens vazias por ano.

 

 Tomas Amilton, gestor do posto, e Luis Gustavo de Castro, responsável pelo recebimento no barracão

Tomas Amilton, gestor do posto, e Luis Gustavo de Castro, responsável pelo recebimento no barracão

 

“Conseguimos estabelecer uma dinâmica de trabalho em que o processo flui muito bem. Isso graças ao apoio do inpEV e da transportadora Luft. A implantação do SIP (Serviço de Informações dos Postos), há dois anos, dinamizou o trabalho, permitindo aumentar nossa capacidade de atendimento. A ferramenta levou a aumento considerável de recebimento, sem estresse”, explica Édio Perusso, sócio e administrador da Induspal.

 

O segredo do bom funcionamento está na organização do processo, segundo ele. “Treinamos os agricultores para realizarem o agendamento prévio. Assim que recebemos embalagens, a informação entra no sistema e a Luft já marca a retirada. Não somos grandes, temos 246 m2, mas há um fluxo permanente de entrada e saída. O posto dificilmente fica vazio”, completa Tomas Amilton, gestor do posto.

 

Édio Perusso, sócio e administrador da Induspal

Édio Perusso, sócio e administrador da Induspal

Além de Palmeira das Missões e mais dez municípios dos arredores, o posto recebe embalagens da Cotrisal (Cooperativa Tritícola Sarandi), que atende outros 44 municípios. As embalagens são levadas para a central da região que tiver disponibilidade, principalmente para Boa Vista do Incra, Giruá, Vacaria e São Luiz Gonzaga. “No primeiro ano de funcionamento, em 2006, o posto recebeu cerca de 100 toneladas de embalagens. Em cinco anos, já passava de 200 toneladas. Há três anos tem superado as 300 t, atingindo 350 t em 2020. A meta para 2022 é chegar a 450 t”, conclui Édio.

 

 

VEJA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

20 anos de pioneirismo, inovação e conquistas

20 anos de pioneirismo, inovação e conquistas

20 anos dedicados à agricultura sustentável

CENTRAL DE CAMPO GRANDE (MS) FOI UMA DAS 164 UNIDADES QUE PARTICIPAM DA SIPAT DO SISTEMA CAMPO LIMPO

Sipat demonstra foco do Sistema Campo Limpo em saúde e segurança

CARLO PEREIRA, DIRETOR-EXECUTIVO DA REDE BRASIL DO PACTO GLOBAL

Pacto Global da ONU é maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo

PAINÉIS APRESENTAM A TRAJETÓRIA DO SISTEMA E O CAMINHO PERCORRIDO PELAS EMBALAGENS

Museu do Sistema Campo Limpo é inaugurado em Guariba (SP)

CADERNO DISTRIBUÍDO AOS PROFESSORES QUE PARTICIPARAM DA EDIÇÃO PEA 2021

Ações educativas do inpEV preparam futuras gerações para cuidar do planeta