Voltar ao Site Principal

Logo Informativo Inpev
Numero do informativo

MAIO JUNHO 2021

Central de Contenda (PR) teve bem-sucedida transição de gestão para o inpEV

Processo interliga coletor, balança e impressora, que imprime etiqueta com código para identificar os fardos de embalagem

SISTEMA EM FOCO

Projeto de rastreabilidade de embalagens aumenta eficiência do Sistema Campo Limpo

Padrão global de automação será utilizado para incluir informações no SIC e trará benefícios para toda a cadeia

A intenção é que esse padrão robusto de rastreabilidade nos mantenha alinhados com nossas metas e aptos para os futuros desafios

Mario Fujii

Na busca permanente pelo aperfeiçoamento e pela adoção das melhores práticas, o inpEV está implementando o Projeto de Rastreabilidade, que permite acompanhar, de forma automatizada, todo o percurso das embalagens. Este novo processo foi desenvolvido com a consultoria da GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação, foi avaliado em projetos-pilotos nas centrais de Araraquara (SP) e Pouso Alegre (MG), e deve estar em operação em cerca de 25 unidades até o final deste ano. Em 2022, deverá ser implantado em outras centrais do sistema.

 

Iniciativa inovadora em logística reversa, o projeto contribui para manter o Sistema Campo Limpo como referência mundial na destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas, concretizando o conceito de economia circular. “Hoje, para permitir o gerenciamento das informações de processamento e saída de materiais das centrais, os dados são incluídos no SIC (Sistema de Informação de Centrais) e sempre existe a possibilidade de um erro, pois são digitados. Pelo novo projeto, as informações constam de uma etiqueta com um código, lida por um coletor, interligado por wi-fi à balança e à impressora. Os dados, como material, peso do fardo e identificação da central, são automaticamente carregados para o SIC via internet, gerando produtividade e ausência de erro” explica Mario Fujii, gerente de Logística do inpEV.

 

Os projetos-pilotos permitiram avaliar a melhor maneira de replicar este novo processo, monitorando a estabilidade dos sistemas, as conexões wi-fi e a robustez dos equipamentos (baixa manutenção), além da customização para o padrão GS1. Manuais estão sendo elaborados para orientar as centrais de recebimento para a replicação do projeto de forma padronizada.

 

 

Agricultor devolve embalagem em recebimento itinerante em Palmeira, no Paraná

Dados lidos pelo coletor são incluídos no SIC de forma automatizada

 

Além de evitar erros que podem causar retrabalhos, o sistema otimiza o processo e contribui para a excelência na gestão das centrais, um dos objetivos estratégicos do Instituto. “Possibilita melhor gerenciamento do inventário e expedição de materiais, dentro de um padrão globalmente reconhecido. Passamos a ter erro zero e mais agilidade nos armazenamentos temporários e expedição de cargas para os diferentes destinos finais. A intenção é que esse padrão robusto de rastreabilidade nos mantenha alinhados com nossas metas e aptos para os futuros desafios”, destaca Mario.

 

Padronização

A consultoria da GS1 tem sido fundamental para que o inpEV adote um padrão reconhecido internacionalmente pela qualidade da identificação e codificação das informações na cadeia de suprimentos. “A aplicação da metodologia GTC (Global Traceability Conformance) da GS1, em conjunto com a automação dos processos e a utilização dos padrões globais GS1, trarão diversos ganhos de performance a todo o Sistema Campo Limpo, além de torná-lo referência de uma iniciativa de economia circular automatizada e rastreável no viés de sustentabilidade. A iniciativa pode ser aplicada e escalável a outros segmentos do mercado, ampliando ainda mais os ganhos para a sociedade e o para o meio ambiente,” explica Herbert Kanashiro, especialista em Sustentabilidade da GS1.

 

 

VEJA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

Superação de desafios inéditos

Mulheres na liderança refletem pioneirismo do inpEV também em diversidade

João Cesar M. Rando Diretor-presidente do inpEV

Momento de ser solidário


            Sipat do Sistema Campo Limpo aborda cuidado com o próximo

A importância de devolver embalagem sem conter objetos

Formação de professores é avanço do Programa de Educação Ambiental Campo Limpo

Aeagro e inpEV: uma parceria com benefícios para todos

PERSONAGENS DO KIT PEDAGÓGICO DO PEA 2021

Curso EAD para professores é novidade do Programa de Educação Ambiental (PEA) Campo Limpo