Voltar ao Site Principal

MARÇO ABRIL 2021

Agilidade ao adotar medidas preventivas permitiu operação eficiente e segura

O citricultor Valmir Ferrari devolve em Paranavaí (PR) as embalagens que usa em sua cultura de laranja

CAPA

Esses resultados mostram como estamos preparados para atender à demanda do setor agrícola, adotando as medidas de segurança necessárias para combater a pandemia de covid-19

João Cesar Rando

Elos da cadeia comemoram a superação de 600 mil toneladas de embalagens destinadas

Rotina integrada de agricultores, canais de distribuição, poder público e indústria explica sucesso do programa

Pelo menos duas vezes por ano, o engenheiro agrônomo e citricultor Valmir Ferrari devolve, na carreta do trator, de seis a oito bags de embalagens vazias de defensivos agrícolas para recebimentos itinerantes em Paranavaí (PR). Ao devolver os recipientes usados nos seus 120 hectares de plantação de laranja, na cidade de Alto Paraná, ele faz a sua parte para o bom funcionamento do Sistema Campo Limpo, que acaba de superar as 600 mil toneladas de embalagens corretamente destinadas desde 2002, quando o programa começou a funcionar.

 

“Fico satisfeito de contribuir e de termos uma solução eficiente e bem organizada para cumprir a lei. Na nossa região, ninguém reclama de sair do campo para devolver. Está todo mundo conscientizado sobre o valor que isso tem. Usamos a tecnologia, programando tudo por mensagem via celular, sem filas nem gargalos”, destaca o proprietário da Fazenda São Judas Tadeu e da Estância Ferrari, duas das cerca de 1,8 milhão de propriedades rurais de todo o país atendidas pelo Sistema Campo Limpo. Valmir ressalta ainda a importância dos folhetos que são entregues em todo os recebimentos itinerantes. “Falam sobre a reciclagem e dão informações técnicas, como sobre lavar e armazenar as embalagens. O agricultor se inspira para continuar cuidando quando vê como é um trabalho sério, em que o Brasil é referência.”

 

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) do Maranhão, Sergio Delmiro, elogia o Sistema e a responsabilidade compartilhada

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) do Maranhão, Sergio Delmiro, elogia o Sistema e a responsabilidade compartilhada

As 600 mil toneladas destinadas desde 2002 e quase 50 mil recebidas apenas em 2020 são números que consolidam a posição do Sistema como referência mundial na destinação adequada desses materiais. “Esses resultados mostram como estamos preparados para atender à demanda do setor agrícola, adotando as medidas de segurança necessárias para combater a pandemia de covid-19. Isso graças ao engajamento de todos os elos da cadeia produtiva agrícola (indústria fabricante, canais de distribuição, agricultor e poder público), que cumprem corretamente seu papel”, afirma João Cesar Rando, diretor-presidente do inpEV.

 

 

O sucesso é resultado do entendimento de todos sobre seu papel na logística reversa

Sergio Delmiro

 

 

Fico satisfeito de contribuir e de termos uma solução eficiente e bem organizada para cumprirmos a lei

Valmir Ferrari

 

Proximidade com governo

 

Nesse trabalho integrado, o poder público é importante parceiro, como acontece no Maranhão. O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Sergio Delmiro, ressalta a importância do trabalho conjunto com o inpEV na logística reversa das embalagens. “Nossa avaliação do Sistema é muito boa, procuramos fazer a nossa parte, mas o grande ponto positivo é a inserção de todos os envolvidos, que têm consciência e agem corretamente. O sucesso é resultado do entendimento de todos sobre seu papel na logística reversa”, afirma o secretário.

 

“Mantemos relacionamento próximo para levar as demandas que recebemos. Como nossa região é de Nova Fronteira Agrícola, sempre surgem necessidades e nosso objetivo é que esse crescimento aconteça de forma sustentável. Nosso maior desafio é que a estrutura acompanhe essa expansão para mantermos o índice de devolução no Estado”, completa.

 

Orgulho e parceria

 

Como coordenador operacional de 13 postos de recebimento em Minas Gerais, distribuídos estrategicamente por Alto Paranaíba, Noroeste e Triângulo Mineiro, Denis Leonardo Gimenes se diz orgulhoso do trabalho feito. Gerenciados pela Adicer (Associação dos Distribuidores de Insumos Agrícolas do Cerrado), esses postos receberam e destinaram corretamente 688 toneladas de embalagens somente em 2020. Isso representa cerca de 20% da quantidade total do estado. “A Adicer oferece todos os recursos necessários para que nossa equipe de operações preste um serviço de excelência em logística reversa, tendo como ‘guarda-chuva’ o Sistema Campo Limpo, que por meio do inpEV disponibiliza todo o conhecimento, treinamentos e suporte, que fazem toda a diferença”, enfatiza Denis.

 

 

Denis Leonardo Gimenes, da Adicer, orgulha-se de contribuir para o sucesso do Sistema Campo Limpo

Denis Leonardo Gimenes, da Adicer, orgulha-se de contribuir para o sucesso do Sistema Campo Limpo

 

 

 

O coordenador dos postos lembra que, em quase 20 anos de atuação do Sistema, muita coisa mudou, como inovações tecnológicas, processos, legislações e políticas públicas. “O Brasil é um dos maiores fornecedores de alimentos do mundo, produz com competitividade, eficiência e qualidade. Saber que, aliado a isso, existe uma responsabilidade ambiental na destinação de resíduos que é referência mundial, norteada por um conceito de responsabilidade compartilhada no qual fazemos parte, nos enche de orgulho.”

 

 

 

 

 

Saber que existe uma responsabilidade ambiental na destinação de resíduos que é referência mundial, norteada por um conceito de responsabilidade compartilhada no qual fazemos parte, nos enche de orgulho

Denis Leonardo Gimenes

VEJA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO

João Cesar M. Rando Diretor-presidente do inpEV

Eficiência e inovação sempre


            Sipat do Sistema Campo Limpo aborda cuidado com o próximo

Recebimentos itinerantes atendem pequenos agricultores por todo o país

Formação de professores é avanço do Programa de Educação Ambiental Campo Limpo

Plataforma promove sustentabilidade na cadeia do café

PERSONAGENS DO KIT PEDAGÓGICO DO PEA 2021

InpEV e Plataforma Global do Café somam esforços pela sustentabilidade no campo

InpEV e Campo Limpo Reciclagem foram finalistas em prêmios internacionais

Novo Estudo de Ecoeficiência reafirma benefícios ambientais do Sistema Campo Limpos